Virtual - Polícia Civil RJ - PERITO LEGISTA: MEDICINA - CONHECIMENTOS BÁSICOS E ESPECÍFICOS

R$ 780,00

  • VÍDEO DE DEMONSTRAÇÃO

    Este vídeo é um teste para você verificar se sua internet e equipamentos atendem aos requisitos para assistir nossos cursos. Seja bem-vindo(a) e bons estudos.

Descrição

                                                                                                                                                                                                     

 

Sobre o IFAR

O IFAR é o curso mais TRADICIONAL e o que MAIS APROVA PERITOS CRIMINAIS desde 2005. 
Temos os MELHORES PROFESSORES e a MELHOR METODOLOGIA para sua APROVAÇÃO.

O IFAR é referência na preparação para PERITO, tendo aprovado para Perito Criminal PCDF 2016:

Confira nossos resultados:

1º, 2º, 3º, 4º e 5º lugares perito FARMÁCIA (todos os aprovados)
1° lugar perito QUÍMICA (5 entre os 10 primeiros)
1° lugar Perito FÍSICA
1° lugar Perito TI
1º, 2º, 3º, 4º, 5º, 6º, 7° e 8º Perito BIOLOGIA/BIOMEDICINA (10 dos 11 aprovados) 
1º, 2º, 3º, 4º, 5º, 6º e 7° lugares perito ENGENHARIAS (17 aprovados)
1º, 2º, 3º, 4º, 5º e 6º lugares perito ODONTO (todos os aprovados)

e ainda


1º lugar Perito PF 2013
1º ao 9º lugar perito PCDF 2012 (nesse concurso, aprovamos 23 peritos).
1º lugar geral Perito PCDF/2008, - nesse concurso o IFAR aprovou 17 peritos, sendo 5 entre os 10 primeiros colocados.
três 1ºs colocados Perito IGP/SC-2017
Primeiros colocados Perito GO 2010 e 2015
1º e 2º colocados Papiloscopista PF-2012.
1º, 2°, 3º, 4º, 6º, 7º, 8º, 9º, 10º, 11º colocados Papiloscopista PCDF-2008.
7 entre os 10 primeiros colocados Papiloscopista PCDF 2016 (1º, 2°, 3º, 4º colocados)
76% de aprovação no concurso da SES-DF em 2011
Três 1º lugares para dentista da PMDF.
1º lugar SES/DF 2014 em diversas áreas: Odontologia, Farmácia, Fisioterapia, Biomedicina entre outras, com um índice de aprovação superior a 60%.
1º e 2º colocados ANVISA 2013. (maioria dos aprovados do IFAR).
1º e 2º colocados ATPS MPOG Saúde 2012. (maioria dos aprovados do IFAR).
1º lugar Ministério da Saúde 2009. (maioria dos aprovados do IFAR).
1º lugar Farmacêutico SES/DF 2006. (maioria dos aprovados do IFAR).
Entre outros milhares de aprovados e nomeados na área PERICIAL.



Sobre o Curso


1. Carga horária total: 90 h/a
2. Composição do curso: videoaulas 
3. Início: Imediato
4. Duração do acesso ao curso: 6 meses.
5. Adequação do conteúdo ao previsto no edital: As aulas são montadas pelo professor da disciplina e os conteúdos são por ele selecionados considerando a relevância da informação disposta no edital.
6. Contato com a coordenação: cursos.ifar@gmail.com
7. Exercícios: a quantidade de questões resolvidas em cada videoaula é definida pelo professor em função da conveniência e da necessidade imposta pelo conteúdo.
8. Material didático do curso: apostila em pdf com os slides da aula ministrada.

Os vídeos possuem duração aproximada de 30 minutos. Cada aula pode ser visualizada por cinco vezes. A aula é considerada como visualizada a partir do encerramento do vídeo ou da finalização da sessão na qual o aluno está conectado ao ambiente do curso. Não é possível o acesso de dois IPs simultaneamente (utilizando o mesmo usuário)

 

 

 


Conteúdos

 

 

 

CONHECIMENTOS BÁSICOS - LÍNGUA PORTUGUESA 


Compreensão e interpretação de textos verbais, não-verbais e mistos (quadrinhos, tiras, outdoors, propaganda, anúncios, etc.). Processos de composição de texto (descritivo, narrativo e dissertativo). Dissertação Expositiva e Argumentativa. Técnicas de Redação. Coesão e coerência. Redação de correspondências oficiais. Emprego correto da língua culta. Sistema ortográfico em vigor: emprego das letras, hifenização e acentuação gráfica. Frase, oração e período: estrutura, organização, classificação. Termos da oração e suas funções morfossintáticas. Relações sintático-semânticas entre as orações. Sintaxe da oração e do período. Concordância nominal e verbal. Regência nominal e verbal. Pontuação: recursos sintáticos e semânticos de pontuação. Crase. Semântica: sinônimos, antônimos e polissemia. Níveis e funções da linguagem. Conotação e denotação; linguagem figurada. Formas do discurso (direto, indireto e indireto livre). Formação de palavras. Prefixos e sufixos. Flexões nominal e verbal. Verbos. Vozes verbais. Emprego dos pronomes pessoais e das formas de tratamento. Emprego dos relativos. Emprego dos Conectivos. Colocação pronominal. 

 

CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS

MEDICINA LEGAL:

1. Generalidades: norma jurídica e norma ética; perícia e peritos; conceito e divisão da Medicina Legal; história da Medicina Legal; documentos médico-legais.

2. Identidade e Identificação: conceitos; processos de identificação; determinação do sexo; determinação da idade e da vida prováveis. determinação da estatura;

3. Exames de locais de morte suspeita: o cadáver; manchas suspeitas (sangue, esperma, etc); identificação de pelos humanos.

4. Tanatologia: conceito e diagnóstico da morte; fenômenos cadavéricos; cronologia da morte; pré- e comoriência; sobrevivência; morte suspeita e morte súbita; patologia das mortes súbitas; lesões intra vitam e lesões post mortem: diagnóstico da reação vital; perinecroscopia médico-legal.

5. Traumatologia Forense: conceito de trauma e de lesão; classificação dos agentes lesivos; reação ao trauma: síndrome geral de adaptação, reação inflamatória e reparação; problemas médico-legais e decorrentes dos traumas: gravidade, cronologia, causas jurídicas e responsabilidade civil e penal; quantidade do dano: art. 129 do Código Penal; Lei nº 11.340/06 (Maria da Penha); lesões e morte por armas brancas (instrumentos perfurantes, cortantes, pérfuro-cortantes, corto-contundentes); lesões e morte por projéteis de arma de fogo; lesões e morte por projéteis de arma de fogo de alta energia; lesões e morte por explosivo; lesões e morte por ação térmica; lesões e morte por ação elétrica.

6. Asfixiologia Forense: conceito de asfixia; crítica dos sinais gerais de asfixia; classificação dos tipos de asfixia; alterações dos fenômenos cadavéricos pela asfixia; sufocações direta e indireta; constrições do pescoço: enforcamento, estrangulamento e esganadura; sufocações direta e indireta. Modificações do meio ambiente: afogamento, soterramento e confinamento.

7. Infortunística: acidentes pessoais; acidentes do trabalho; evolução do conceito e conceituação moderna; doenças profissionais ou do trabalho: aspectos clínicos, morfológicos e legais.

8. Toxicologia Forense: conceito de cáustico e de veneno; principais causas jurídicas de envenenamento; vias de absorção, distribuição, fixação, transformação e eliminação das substâncias tóxicas, técnicas de colheita e envio do material para análises toxicológicas.

9. Sexologia Forense: atos libidinosos; atos obsceno; diagnóstico da conjunção carnal; diagnóstico de ato libidinoso; corrupção de menores; violação sexual mediante fraude; assédio sexual; ultraje público ao pudor; a violência nos crimes sexuais: efetiva e presumida; estupro; crimes de periclitação da vida e da saúde: contágio venéreo, perigo de contágio de doença grave, perigo para a vida e a saúde de outrem; diagnóstico da gravidez; parto e puerpério; infanticídio; aborto; síndrome de maus tratos à criança e ao adolescente; crime de pedofilia ( Lei nº 11.829/08); aspectos médico-legais do casamento.

10. Hematologia Forense: manchas de sangue: caracterização e tipagem; investigação de paternidade; manchas de esperma: caracterização e técnicas de diagnóstico.

11. Psiquiatria Forense: conceito de imputabilidade; responsabilidade penal; capacidade civil; embriaguez alcoólica; toxicomanias (Lei no 6.368/76, Lei nº 11.343/06 e Portaria nº 344/98 ANVISA).

12. Deodontologia médica.

 

PATOLOGIA CLÍNICA:

1. Bioquímica do sangue e suas aplicações médico-legais.

2. A análise hematológica e suas aplicações médicolegais.

3. A bacteriologia e suas aplicações médico-legais.

4. Exame de urina e suas aplicações médico-legais.

5. A análise imunológica e suas aplicações médico-legais.

6. A imunohematologia e suas aplicações médico-legais.

7. PCR e DNA; aplicações médico-legais.

 

CLÍNICA MÉDICA, TÉCNICAS E PATOLOGIA DE NECROPSIA:

1. Tanatalogia: diagnóstico da realidade da morte, fenômenos cadavéricos, cronotanatognose; patologia das principais causas da morte súbita.

2. Técnicas de necropsia: técnicas de abertura das cavidades corporais; principais processos de retirada e de exame das vísceras; instrumental e material necessários à execução de necropsias; técnicas de colheita de material para exames histopatológico, citológico, bacteriológico e toxicológico; técnicas de retirada de projetéis de arma de fogo.

3. Macropatologia: diagnóstico diferencial macroscópico entre as lesões de origem traumática e as decorrentes de processos mórbidos não traumáticos nos diversos órgão e tecidos.

4. Diagnóstico diferencial entre lesões traumáticas e patologia articulares.

5. Estudo da consolidação das fraturas: cronologia, pseudo-artrose, consolidações viciosas; diagnóstico diferencial entre fraturas patológicas, traumáticas e de “stress”.

6. Conceituação e estudo cronológico da cicatrização e da consolidação das lesões traumáticas e cirúrgicas sob o ponto de vista pericial. 7. Espondilopatias traumáticas e não traumáticas. 8. Mutilações e deformidades adquiridas.

9. Estudo e avaliação das queimaduras.

10. Traumatismos crânio-encefálico; traumatismo raquimedular; epilepsias.

11. Traumatismos de tórax e abdômen. 12. Traumatismos perineais e genitais.

13. Traumatismo de membros.

14. Estudo clínico do choque – hipovolêmico, séptico, cardiogênico e neurogênico.

15. Síndromes psiquiátricas pós-traumáticas.

16. Gravidez e puerpério.

17. Aborto espontâneo e provocado; metrorragias.

18. Determinação do sexo: fenotípico e genotípico.

19. Doenças transmissíveis sexualmente.

20. Estudo clínico das impotências masculina e feminina.

21. Intoxicações exógenas.

22. Técnicas de colheita de material em vivo.

23. Doenças profissionais e do trabalho; nexo causal; acidente tipo nexo (trabalho-acidente, acidente-lesão).

24. Avaliação da idade no vivo.

25. Exame antropológico em cadáveres. 

 

 

LEIA COM ATENÇÃO:

O IFAR se reserva o direito de liberar gradativamente as aulas no decorrer do tempo de acesso do aluno ao curso (segundo previsto no contrato assinado eletronicamente pelo aluno no ato da compra, e de acordo com os termos de uso da plataforma). Essa medida tem por finalidade garantir que todos os tópicos sejam gravados dentro do prazo de realização do concurso (da publicação à aplicação das provas), pois alguns conteúdos específicos, cobrados mediantes atualizações dos editais, podem não estar disponíveis em acervo em função da inovação técnica ou da atualização das legislações.

 

 Fale conosco!
cursos.ifar@gmail.com 
(61) 3274-7777 | (61) 3347-9537 | (61) 3349-0201

 

{TITLE}

{CONTENT}

{TITLE}

{CONTENT}
Precisa de ajuda? Entre em contato!
0%
Aguarde, enviando solicitação!

Aguarde, enviando solicitação!